Notícias

  • Pesquisadora da UTFPR discute sobre os espaços sócio-ocupacionais do Serviço Social

    No II Seminário em Pesquisa Acadêmica os acadêmicos do Curso de Serviço Social tiveram a oportunidade de assistir a conferência da Profª. Flávia Granzoto Fachini, que tratou sobre os espaços sócio-ocupacionais do Serviço Social. A pesquisadora associada ao Instituto Brasileiro de Estudos e Pesquisas Sociais (IBEPES) e do Grupo de Estudos sobre Organizações, Tecnologia e Trabalho (UTFPR) apresentou exemplos e esclareceu as dúvidas dos participantes sobre os vários campos de atuação profissional e as funções que os assistentes sociais realizam.
  • Acadêmicos de Pedagogia e Pós-graduação vivenciaram a prática do paraquedas para discutir os desafios da inclusão

    Alunos do Curso de Pedagogia e do Curso de Pós-Graduação em Educação Especial participaram da prática do paraquedas para discutir sobre os desafios da inclusão e o papel dos docentes. A dinâmica que valoriza os saberes da psicomotricidade foi conduzida pela Profª. Ana Regina Caminha Braga, que de forma cativante e alegre discutiu o assunto, trazendo exemplos e destacando atitudes inclusivas.
  • Professores publicam livro sobre pesquisa acadêmica e científica

    No 2º dia do Seminário professores da Faculdade fizeram o lançamento oficial do livro “Pesquisa acadêmica e a prática docente”, na Biblioteca da Faculdade. O evento foi marcado pela participação da bibliotecária, Iris Labonde, que recebeu do Pe. José Neto, diretor da Faculdade, os primeiros exemplares para ficarem à disposição da comunidade acadêmica. A obra é uma produção coletiva que desde o ano de 2017 os professores projetaram como fruto do curso de Pós-Graduação intra corporis em Pesquisa acadêmica e científica na prática docente. O livro organizado pelos professores Humberto Herrera, Almir Sandro Rodrigues e Maria Luiza Milani reúne o resultado de 11 pesquisas que abordam o tema da pesquisa acadêmica em diversas interdisciplinaridades, as metodologias de orientação e a extensão na formação acadêmica e profissional. Em breve o livro também estará disponível em formato digital para toda a comunidade.
  • Professor compôs música em homenagem aos 100 anos dos religiosos josefinos no Brasil

    Após quase 30 anos como professor do Colégio Bagozzi e da Faculdade Bagozzi, o professor de química, Marcos Leodoro Gomes Kamienski, destacou que "criou-se mais que uma relação de trabalho, existe uma relação de afeto e respeito pela instituição". Motivado por essa relação o Prof. Marcos compôs uma música que intitulou "Cem anos". Um dos trechos da música ressalta: "Cem anos se passaram tudo se modificou e fica para todos nós a voz do eterno amor. Todo dia a gente vê a flor do amor crescer educar pelo exemplo de São José faz acontecer" A Faculdade parabeniza a iniciativa e a produção artística do professor.
  • Comunicações orais garantiram notável participação

    As mais de 30 comunicações orais nas diferentes áreas do conhecimento apresentadas no II Seminário em Pesquisa Acadêmica e Científica reuniram a participação de mais de 200 acadêmicos e público externo. Entre os apresentadores estavam ex-alunos, alunos de graduação e pós-graduação, professores e membros da comunidade em geral. Parabenizamos a todos os participantes e em breve publicaremos os Anais do II Seminário.
  • II Seminário em Pesquisa reuniu educadores da Faculdade e do Colégio

    O II Seminário iniciou com um momento de espiritualidade que destacou a sua reflexão em torno das pautas socioambientais, especificamente da situação atual da Amazônia. A Pastoral Universitária de forma dinâmica fez a introdução ao tema da principal mesa temática da noite, dinamizando a interação entre os presentes. O público se surpreendeu com a composição musical "Cem Anos" que o Prof. Marcos Kamienski interpretou em homenagem aos 100 anos de presença no Brasil dos religiosos josefinos. Os representantes internacionais e nacionais da Congregação dos Oblatos de São José refletiram sobre o tema "Humanismo Solidário na Educação: o compromisso dos professores". Pe. Jan Pelczarski, superior geral, ressaltou os principais tópicos do significado do Educar ao Humanismo Solidário e motivou aos educadores a viver esta experiência com os seus alunos. Também, Pe. Máximo Sevilla, apresentou um mapa geral do trabalho educativo que a Congregação realiza no mundo, destacando experiências de interculturalidade e diálogo inter-religioso. Por fim, Pe. Mauro Negro, definiu a importância dos valores educativos estarem presentes nos processos de ensino e convidou a todos os educadores a viverem o seu compromisso de formação para o humanismo solidário. Pe. José Alves de Melo Neto, diretor da Faculdade, agradeceu à comunidade educativa presente, ressaltando a missão da Faculdade na formação humana comprometida com a vida e com a sociedade.
  • Elevator Pitch será oficina no II Seminário em Pesquisa

    Já pensou em apresentar um projeto em 3 minutos? Conheça uma metodologia inovadora de apresentação. Confira os profissionais e participe desta oficina!
  • Participe das salas temáticas sobre atualidade acadêmica e científica

    Na quinta-feira 12 de setembro, os acadêmicos e os participantes da comunidade, poderão participar de salas temáticas na área de Educação e Serviço Social. Todas as atividades são gratuitas e os participantes receberão certificados. Confira os temas e participe!
  • Gestão e inovação mercadológica reunirá especialistas com experiência internacional

    O II Seminário em Pesquisa Acadêmica contará com a participação especial das consultoras Laura Widal e Raquel Martins. Ambas profissionais tem experiência acadêmica e profissional. Laura Widal fundou a Consultoria para a Transformação de Pessoas e Negócios, com foco em mudança de mindset para a Era Digital. Widal realizou uma imersão no Vale do Silício para vivenciar a cultura da inovação. Por sua parte, Raquel Martins, especialista em comportamento organizacional e desenvolvimento humano é mentora de profissionais de RH e executivos. Recentemente, também realizou uma vivência no Vale do Silício, conhecendo empresas como Google, Amazon, Autodesk, Tesla, entre outras. Atualmente, é sócia da Silicon Valley Go e Head na Catalizza & RH Cinco Ponto Zero. Participe e conheça como fazer essas experiências!
  • Acadêmicos de Pós-Graduação em Libras conhecem tecnologias assistivas

    Os pós-graduandos no Curso de Libras e Educação Especial na Área de Surdez, conheceram diferentes tecnologias assistivas. Na disciplina de Recursos Tecnológicos - Tecnologias Assistivas, ministrada pela Profª. Cristina Chagas, os acadêmicos realizaram atividades gamificadas com jogos, consolidaram a aprendizagem acerca das tecnologias assistivas e expuseram as mesmas em cartazes. Também se apropriaram do aplicativo Hand Talk e de como este pode ser utilizado para a aprendizagem significativa dos estudantes surdos na Educação Básica.
Página 1 de 46123...51015...Última »