Congregação dos Oblatos de São José

  • Abertura do Centenário dos Oblatos de São José no Brasil

    Os Oblatos de São José celebraram no Santuário Nacional de Aparecida a abertura das comemorações do centenário da Congregação religiosa no Brasil. No dia 15 de setembro de 2018 reuniram-se os religiosos (irmãos e padres) e os leigos oblatos das paróquias, obras e unidades educacionais para celebrar a eucaristia, refletir e compartilhar testemunhos de pessoas que vivenciam a espiritualidade josefino-marelliana, cada um em sua realidade. Cerca de 1500 pessoas participaram da atividade que foi muito esclarecedora e que gerou um espírito de união, de família. Estiveram presentes caravanas do Paraná, das cidades de Apucarana, Cascavel, Londrina, Três Barras do Paraná e Curitiba, de São Paulo, cidades de Ourinhos e capital, e também do Mato Grosso com representante da cidade de Colniza. Estando todas as caravanas presentes, participaram da missa às 9h, que foi ao vivo para todo o Brasil. Presidiu a missa o bispo de São José dos Pinhais/PR, Dom Celso Marchiori, que tratou de falar sobre a história da Congregação e de São José Marello, Pai Fundador dos Oblatos de São José. Após a missa, todos se encontraram no Centro de Eventos Pe. Vitor Coelho de Almeida, onde se apresentou o Ministério Santo José. Os jovens do Santuário Santa Edwiges, de São Paulo, fizeram uma apresentação artística sobre a chegada dos missionários josefinos no Brasil e a oração foi conduzida pelo Santuário São José, de Apucarana. Em seguida, o Padre Provincial Antonio Ramos de Moura Neto OSJ dirigiu algumas palavras que, sabiamente, lembraram conquistas e desafios da missão dos Oblatos no Brasil. Também falaram o jovem casal Vanessa e João Pedro, as missionárias Cinthia e sua filha Maria Laura, a educadora Silvana, o leigo oblato José Leite, e os religiosos Irmã Deise e Irmão Ismael – todos os que deram seus depoimentos, contaram como os Oblatos de São José colaboraram no seu desenvolvimento humano, fazendo parte de suas vidas há tantos anos e por quem nutrem muita gratidão. Breve e dinâmico, Padre Mauro Negro OSJ tratou da importância de celebrarmos “cem anos” de Oblatos de São José no Brasil, sendo leigos e leigas, religiosos e religiosas. Assim, aos pés da Mães de Deus, Nossa Senhora da Conceição Aparecida, padroeira do Brasil, os Oblatos rogaram a sua intercessão nesse tempo de celebrar e agradecer pelo caminho percorrido, fazendo memória de todo o serviço desenvolvido, das ajudas recebidas e por colaborar na transformação de tantas vidas.
  • Papa recebe os religiosos da Congregação dos Oblatos de São José, mantenedora da Rede OSJ – Bagozzi.

    Papa recebe os religiosos da Congregação dos Oblatos de São José, mantenedora da Rede OSJ - Bagozzi. Francisco encorajou os Religiosos Oblatos a viver e a trabalhar na Igreja e no mundo com as virtudes de São José: humildade, intimidade com o Senhor, silêncio e escondimento, zelo apostólico. Confira aqui a matéria completa: https://www.vaticannews.va/pt/papa/news/2018-08/papa-francisco-audiencia-capitulo-geral-josefinos.html
  • Alunos promovem campanha solidária com a Pastoral Universitária

    Alunos dos cursos de Pedagogia, Gestão Comercial, Engenharia da Produção e Administração, numa parceria entre a Pastoral Universitária Bagozzi e a Disciplina de Eixo Comum "Ética, Responsabilidade Social e Direitos Humanos" promoveram uma visita à Associação Cassa do Servo Sofredor, neste último sábado, dia 14. A Associação casa do Servo Sofredor acolhe 90 pessoas em situação de dependência química, numa dinâmica de acolhida que possibilita ao assistido permanecer no ambiente por vontade própria. "As lições que eu trago pra minha vida são várias, tanto pra minha formação como Pedagoga quanto pra minha formação como humana, que muitas vezes não enxergo esses que estão tão próximos de mim e se encontram em um sofrimento tão grande e que precisam de alguém que olhe pra eles", analisa maria Goretti, aluna de Pedagogia. A visita faz parte da segunda etapa do "Projeto de Voluntariado" promovido pela PUB, no intuito de conhecer de perto uma experiência de resgate da dignidade humana, promovida pela entidade. "Um lugar que através de algo simples como o silencio proporciona uma maneira de mudar a vida. Sem muros e sem nenhuma obrigação de se manter 'internado', e o único dever de se tornar uma pessoa melhor pra sociedade e sua família e para si mesmo!", avalia Lucas Vieira, aluno de Engenharia da Produção. Após a visita, os alunos decidiram fazer uma campanha para arrecadar alimentos não perecíveis para a Associação, uma vez que esta necessita de ajuda da comunidade.
  • Professor participa da Comissão de Sistematização do Estudo 102 da CNBB

    Entre os dias 6 e 8 de abril, Prof. Humberto Herrera participou em Brasília da primeira reunião da Comissão de Revisão do Estudo 102 da CNBB. O material discute sobre o seguimento de Jesus e a ação evangelizadora no âmbito universitário. Na oportunidade esteve presente o Assessor do Setor Universidades da CNBB, Pe. Danilo Pinto, Ir. Claudia Chesini representante da Associação Nacional da Educação Católica do Brasil - ANEC, e representantes das Pastorais Universitárias e Movimentos eclesiais. O motivo deste projeto e revisão deve-se às inúmeras transformações porque passaram os cenários eclesiais e universitário, no país e no mundo, nos últimos cinco anos. O documento revisado pretende ser publicado no início do ano de 2019. Confira as fotos do acontecimento:
  • Relato da experiência da Ação Social na comunidade de Heliópolis em São Paulo

    No dia 16 de abril  a Faculdade Bagozzi estará abrindo suas portas para um importante diálogo com relação  à  atuação  junto às expressões da  questão social  no cenário da comunidade de Heliópolis, da cidade de São Paulo. A Obra Social Santa Edwiges (OSSE), que faz parte da Congregação dos Oblatos de São José, mantenedora da Faculdade Bagozzi ,  serviço este que já completa 50 anos, trará a Assistente Social  e Pedagoga Silmara Silva para um relato das experiências junto  a favela de Heliópolis (a mais populosa de São Paulo, 279 mil moradores,  já foi a maior da América Latina , entre as maiores do mundo). A palestra é aberta ao público e aos alunos e a entrada é franca. As experiências junto ao Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos e o Centro para Crianças e Adolescentes, na importância da proteção básica, trará o relato de como o serviço em rede tem trazido resultados, e que está ajudando a transformar a realidade dos moradores. O objetivo deste evento é o estimular o debate e a reflexão sobre as mudanças necessárias mostrando a realidade de projetos bem sucedidos, pois a história desta comunidade está repleta de episódios de luta, conflitos e esforços  para escapar da exclusão social. Palestrantes : Assistente Social e Pedagoga   Silmara Silva Gerente de serviço da Obra Social Santa Edwiges em parceria com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social – São Paulo Pe. Paulo Siebeneichler ex Reitor e Presidente do Santuário Santa Edwiges – São Paulo (Atual Ecônomo e Pároco da Paróquia Senhor Bom Jesus do Portão - Curitiba) O evento iniciará às 19 horas  e serão computadas 3  horas para o certificado de horas complementares.
  • Pastoral Universitária promove Semana Josefina com intensa programação

    Desde o dia 13 de março, no hall de entrada da Faculdade Bagozzi, encontra-se uma exposição com imagens de São José: o Pai de Jesus. A exposição faz parte da Semana Josefina que, neste ano, teve seu ápice com o "Interfaces de São José", ocorrido no dia 15 /03, composto pela própria exposição, a oração das Vésperas Solenes e duas palestras São José. Também no dia 15, a faculdade acolheu o Arcebispo Dom José Peruzzo, que ministrou a palestra: " São José, Guardião da Sagrada Família", atendendo o convite da Pastoral Universitária. A semana Josefina contou com a participação de alunos, professores, coordenadores e comunidade externa, desde a preparação para a exposição das imagens até o dia do "Interfaces de São José". Desde a confecção de "lírios de origami" até preparação de ambiente para o evento. Para a exposição, a PUB também contou com o Centro de Memória que cedeu alguns objetos para recontar a memória dos 100 anos da presença dos Oblatos de São José no Brasil.
  • Inauguração do Arquivo Virtual do Centro de Memória

    No dia 14 de março de 2017, por motivo do aniversário da Congregação dos Oblatos de São José, mantenedora do Grupo Educacional Bagozzi, o Núcleo de Inovação, Pesquisa e Extensão da Faculdade, inaugurou o Arquivo Virtual do Centro de Memória dos Oblatos de São José. Trata-se de um espaço aberto à comunidade nacional e internacional que representa a memória e identidade da atuação dos religiosos oblatos no Brasil, bem como uma possibilidade de promover a pesquisa, o ensino e a extensão. Na cerimônia de inauguração estiveram presentes membros do Conselho Superior, coordenadores, gestores, professores e colaboradores da Faculdade, representantes das outras unidades educacionais do Grupo Educacional Bagozzi e religiosos da Congregação. Acesse e conheça o Arquivo Virtual: http://www.centrodememoriaosj.com.br/      
  • MISSA NO DIA DE SÃO JOSÉ REÚNE EDUCADORES DAS UNIDADES EDUCACIONAIS DE CURITIBA.

    Aconteceu no dia 20 de março, a tradicional celebração da Santa Missa por ocasião da Festa de São José com todos os educadores das unidades educacionais, administrativo da mantenedora e da casa provincial. A celebração aconteceu no Centro Social Marello e contou com a participação de aproximadamente 30 pessoas. A Santa Missa foi presidida pelo coordenador de Pastoral Pe. José Neto que convidou todos os educadores a “cuidar dos interesses de Jesus, como fez São José e também São José Marello. Ao final da celebração, todos os presentes foram convidados para uma confraternização preparada pelo Centro Social. Que Sâo José, o educador nos ensine a melhor forma de cuidar dos nossos alunos! [gallery ids="4274,4275,4276,4277,4278,4279,4281,4282,4283,4284,4285,4286"]